Cristão é morto por naxalistas na Índia

A vítima já havia fugido da vila onde morava junto com mais outras três famílias seguidoras de Jesus

Mais um cristão foi morto por seguir a Cristo na Índia. Munshu Tado era ex-comunista, vivia no vilarejo de Bhatpar e já havia fugido uma vez dos ataques dos naxalitas, militantes que desejam implantar o comunismo chinês no país. Há alguns meses, ele e os familiares foram expulsos da aldeia onde moravam juntamente com outras três famílias cristãs. Porém, em 11 de julho ele foi morto, sob a justificativa falsa de ser informante do paradeiro dos naxalitas à polícia.

Segundo um parceiro local da Portas Abertas, este tipo de ataque aos cristãos é comum em áreas dominadas por grupos rebeldes maoístas. Muitas vezes, as vítimas já foram boicotadas pela comunidade, porque não deixaram a fé cristã. Então, os naxalitas recebem denúncias de que os cristãos estão perturbando a paz na vila ao atrair mais pessoas ao cristianismo.

Além disso, são acusados de dar benefícios em troca da fé e de denunciar as ações dos comunistas às autoridades. “Os naxalitas então buscam esses cristãos e os ameaçam para interromper o compartilhamento sobre Jesus e, assim, parar de atrapalhar a paz da vila. Quando eles não desistem da fé, são mortos abertamente”, explicou o colaborador.

De acordo com testemunhas, Mushu era um jovem vibrante e comprometido com Jesus, e compartilhava a mensagem de Deus em todos os lugares que passava. Por isso, ele foi várias vezes advertido pelos comunistas. A morte do cristão é mais uma de muitas no país em 10ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2020.

No território onde o nacionalismo hindu é difundido e apoiado pelos meios de comunicação, os cristãos enfrentam hostilidade por causa da intolerância religiosa tanto de extremistas hindus como de comunistas. Os seguidores de Jesus são vistos como traidores por trocarem a fé tradicional pelo cristianismo.

Apoie a Campanha Global Índia

Os cristãos indianos enfrentam forte hostilidade por amor a Jesus. Por isso, a Portas Abertas trabalha para fortalecer os seguidores de Cristo com ajuda emergencial, seminários bíblicos, assistência jurídica e auxílio na construção de casas. Doe esperança aos cristãos indianos.

Pedidos de oração