Um ano de ataque a dois ônibus com cristãos no Egito

Uma das viúvas nos conta como tem sido a vida durante este primeiro ano sem o marido

| 25/05/2018 - 00:00

Cairo, capital do Egito=

Cairo, capital do Egito=


Amanhã, 26 de maio, faz um ano de ataque a dois ônibus que levavam cristãos a um local de culto em Minya, no Egito. Hanaa, de 42 anos e mãe de duas meninas e dois meninos, nos conta como perdeu o marido, Ayad, naquele dia. Ele foi morto por extremistas islâmicos na frente dos dois filhos. Eles presenciaram o pai levar tiros por não negar sua fé.

Hanaa testemunha que muitas pessoas ficaram ao seu lado após a morte do marido. “Deus tem me encorajado através das palavras deles. Toda vez que eles falavam, eu sentia como se Deus estivesse falando comigo através deles. O Senhor é bom. Ele ficou ao meu lado e me confortou, ele supriu nossas necessidades. Ele nos ama tanto, ele é um Deus maravilhoso”, testemunha.

“O Senhor é mais forte que a perseguição”

Ela diz que o filho mais velho, Marco, está confortado e animado. Corajoso como o pai, ele assumiu seu trabalho e tem um forte relacionamento com Deus. “A morte do pai o fez ficar muito próximo de Deus e orar constantemente. Eu agradeço a Deus por ele”, diz Hanaa. Mas ela pede orações em especial por Mina, o filho mais novo, com quem se preocupa mais. Mina tem 12 anos e o incidente teve um grande impacto negativo sobre ele. Ele tem medo de tudo, como de sair e ir ao banheiro sozinho. “Ele não dorme sozinho, só dorme encostado no meu peito”, compartilha a mãe.

Hanaa testemunha ainda que, apesar de serem perseguidos, eles amam seus vizinhos muçulmanos. “Nós os amamos porque nosso Deus é um Deus de amor. Ter passado por essa perseguição não mudou minha opinião sobre isso. Eu ainda oro pelos muçulmanos. Nosso Senhor é mais forte que a perseguição”, afirma. Ore com esta família, enlutada há um ano. Que Hanaa e Marco continuem cada vez mais firmes no Senhor, assim como as outras filhas. Interceda de modo especial pela vida de Mina, para que seja curado de todo trauma.

Leia mais
Ataque contra cristãos deixa pelo menos 23 mortos
Cristão egípcio foi morto na frente dos dois filhos
Sobrevivente de ataque no Egito viu o filho morrer


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE