Três igrejas reabertas na Argélia

No entanto, igrejas ainda continuam funcionando sem licença do governo – registros não são concedidos desde 2006

| 14/06/2018 - 00:00


Igrejas em Ain Turk, Orã e El Ayaida, na Argélia, foram fechadas em novembro de 2017 e fevereiro de 2018. Mas no dia 10 de junho, o governador da província de Orã assinou uma ordem autorizando a reabertura incondicional dessas três igrejas. Oficiais da segurança desbloquearam as igrejas, que haviam sido interditadas.

As três igrejas são afiliadas à Igreja Protestante da Argélia (EPA, da sigla em francês), associação de igrejas evangélicas do país. A ordem para reabrir não confere às igrejas o registro legal necessário de acordo com uma lei de 2006, que diz que igrejas precisam ter permissão de um comitê nacional. Na prática, esse comitê não se reúne, então nenhum pedido de registro de igreja nunca foi considerado ou aprovado.

Desde novembro de 2017, pelo menos dez igrejas foram fechadas ou ordenadas a parar suas atividades na Argélia. Os fechamentos mais recentes ocorreram no último fim de semana de maio, quando igrejas em Ait-Mellikeche e Maatkas foram fechadas.

Pedidos de oração

  • Que essas igrejas não enfrentem mais nenhum tipo de interferência em suas atividades e que outros templos fechados também sejam reabertos.
  • Para que os cristãos argelinos experimentem a paz, sabedoria e direção do Senhor diante dessa contínua pressão.
  • Que os líderes das igrejas tenham discernimento para lidar com as autoridades e que o governo ponha um fim na campanha para fechar igrejas.
  • Para que os responsáveis pelos fechamentos das igrejas sejam tocados pelo Espírito Santo e assim venham a experimentar nova vida em Cristo.
     

Leia também
Governo da Argélia fecha mais duas igrejas
Líderes cristãos se reúnem para tratar da perseguição
Cristão multado por carregar chaveiros de cruz


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE