Sua oração pode continuar transformando a China

| 25/09/2014 - 00:00


25_China_0300100083.jpg

O avivamento cristão que aconteceu na China tem impactado o país há mais de três décadas. Dezenas de milhões de pessoas aceitaram a Cristo como seu Senhor. É possivelmente o exemplo mais significativo e duradouro na história da Igreja. Mas existem algumas regiões da China que ainda estão à espera desse avivamento.

Recentemente, uma equipe da Portas Abertas visitou as províncias de Gansu, Ningxia e Qinghai, que são habitadas principalmente pela minoria muçulmana da China. Dez dos 55 grupos minoritários na China são muçulmanos, totalizando mais de 20 milhões de pessoas. Os Hui são um dos maiores grupos de pessoas na região e um dos mais resistentes ao evangelho.

O islã que eles praticam é, muitas vezes, uma variação popular, que incorpora o culto aos antepassados, por exemplo. As pressões sociais e culturais para permanecer em suas tradições fizeram do crescimento da Igreja um esforço lento e dificultoso na área.

Ao longo dos anos, a Portas Abertas mudou o foco do seu ministério na China. Há agora uma ênfase na mobilização de cristãos chineses para servir os cristãos perseguidos na China e no mundo. Igrejas chinesas da etnia Han estão sendo incentivadas a se envolver com o grupo mais perseguido na China: os ex-muçulmanos.

Ore para que o evangelho continue se espalhando pela China, para que os grupos mais afastados e fechados sejam impactados por esse avivamento.



Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE