Cinco pastores sudaneses aguardam julgamento

A igreja deles é acusada de poluição sonora devido a cultos barulhentos

| 08/12/2017 - 00:00


pastor-falando-para-pessoas-no-sudao

No dia 10 de dezembro é comemorado o Dia Internacional dos Direitos Humanos. A data foi instituída em 1950, dois anos após a Organização das Nações Unidas (ONU) adotar a Declaração Universal dos Direitos Humanos como marco legal regulador das relações entre governos e pessoas. Nos trinta artigos do documento estão descritos os direitos básicos que garantem uma vida digna para todos os habitantes do mundo (com direto a liberdade, educação, saúde, alimentação, moradia, respeito, não-discriminação, entre outros). 

Entre as liberdades defendidas pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, está a liberdade religiosa. Sabemos que é justamente dessa liberdade que nossos irmãos da Igreja Perseguida são privados. Um dos inúmeros casos que ilustram isso é o dos cinco líderes de uma igreja sudanesa que foram presos e logo depois libertos, em outubro desse ano. Eles foram acusados de causar poluição sonora com seus cultos. 

O presidente do maior partido de oposição do Sudão e ex-primeiro-ministro, Sadiq al-Mahdi, disse que as prisões foram “um ataque à liberdade religiosa, que pode levar a um conflito separatista no país”. A audiência deles havia sido marcada para o dia 26 de outubro, depois foi adiada para o dia 31 e adiada novamente para o dia 15 de novembro. No final de novembro, ficamos sabendo que o caso deles foi transferido para a Procuradoria Geral. E agora aguardamos novas notícias. Os cinco líderes pertencem à mesma igreja e precisam de nossas orações. 

Pedidos de oração

  • Ore para que os cinco líderes e suas famílias tenham paz e graça em meio à incerteza da situação.
  • Clame por sabedoria e discernimento para seus advogados.
  • Interceda para que Deus incline o coração do procurador geral à causa desses homens e à sua justiça. 

Leia também

Quase 150 alunos se formam em faculdade teológica do Sudão

Cristãos estão voltando do sul para o norte do Sudão

EUA estimulam liberdade religiosa no Sudão


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE