Pastor da Eritreia é liberto após 13 anos na prisão

Preso em 2005 por participar de um casamento cristão, ele passou por solitária e campo de trabalhos forçados

| 22/06/2018 - 00:00

Louve a Deus por essa vitória (Foto representativa por razões de segurança)

Louve a Deus por essa vitória (Foto representativa por razões de segurança)


O pastor Oqbamichael Teklaheimanot foi libertado da prisão na Eritreia. Ele era o pastor sênior da igreja Kale Hiwot e havia sido preso em 9 de janeiro de 2005 por participar de um casamento cristão. Ele foi detido na delegacia número 5 de Asmara, a capital da Eritreia.

Teklaheimanot ficou dez meses na solitária e depois ficou no campo militar de Sawa, onde fazia trabalhos forçados. Depois foi enviado à prisão de Barentu, onde ficou seis anos primeiramente. Então foi liberto, mas após seis meses foi preso novamente, quando um membro da igreja que estava sendo monitorado ligou para ele.

Tudo indica que ele foi enviado ao conhecido Campo Mitire, de onde foi libertado agora, após mais de 13 anos. Sua soltura causou alegria no país. Agradeça a Deus pela libertação do pastor e ore para que a mão do Senhor esteja sobre ele nesse tempo em que se recupera da prisão.

Leia mais
Pastor é solto da prisão depois de sofrer ataque de nervos

Leia também
32 cristãos presos este mês na Eritreia
Governo da Eritreia fecha clínicas cristãs
Governo quer acabar com escolas religiosas


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE