O papel de Malileh na igreja

A jovem cristã iraniana trabalha com crianças no movimento de igrejas domésticas do Irã

| 30/08/2018 - 00:00

Ciente de sua relevância no corpo de Cristo, Malileh tem grande expectativa para o futuro (foto representativa)

Ciente de sua relevância no corpo de Cristo, Malileh tem grande expectativa para o futuro (foto representativa)


Como única filha solteira, Malileh*, de 23 anos, ficou responsável por cuidar do pai idoso e da casa depois da morte da mãe. Ela é de uma igreja doméstica em Teerã, onde dedica-se ao ministério infantil. Mas na verdade trabalha com as crianças em várias igrejas domésticas. “Eu tenho um chamado para trabalhar com crianças e se eu não desenvolvesse esse ministério, não haveria um trabalho específico com elas. Então acho que meu papel é muito importante. Como sou jovem, sei usar a internet para encontrar recursos e material. Eu acho que cada pessoa tem um papel especial a desenvolver na igreja, seja jovem ou não”, afirma.

Por causa de seu ministério, Malileh quase não participa dos cultos, então busca se alimentar espiritualmente de outras formas. Além de investir em seu tempo de oração individual, algumas vezes estuda a Bíblia junto com outros líderes e também ouve podcasts cristãos (miniprogramas de rádio transmitidos pela internet), tanto nacionais quanto internacionais. Ela diz: “Às vezes a necessidade é tão grande que você fica servindo o tempo todo”.

A importância do ministério infantil

No entanto, Malileh sente que seu trabalho com as crianças não é reconhecido dentro do movimento de igrejas domésticas. “Sou tratada como babá e os pais me repreendem por pedir a seus filhos que desliguem o vídeo-game durante o trabalho das crianças. Isso me frustra. Minha visão é que a igreja entenda como é importante incluir as crianças desde pequenas. Estou comprometida em ajudar a fazer essa mudança”, diz a jovem cristã.

Sua visão para a igreja no futuro é que as crianças que ela ensina hoje se tornem cristãos maduros e até mesmo líderes. Malileh deseja trabalhar com as crianças em tempo integral, por isso espera que a igreja entenda a importância desse ministério. “Espero que tenhamos programas para os pais, bons recursos para a escola bíblica e treinamento para trabalhar com crianças. Não canso de repetir: toda criança deve aprender sobre Cristo”, afirma com convicção.

Shockwave 2018
Assim como Malileh, você também pode encontrar seu papel ao se envolver com os cristãos perseguidos. O objetivo do Shockwave é ver grupos de jovens reunidos em todo o Brasil para interceder pela Igreja Perseguida. Este ano acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de setembro. Reúna seu grupo na igreja, em casa, no parque ou em qualquer outro lugar e mergulhe nessa onda de oração. Inscreva-se.

*Nome alterado por segurança.

Leia também
A um mês do Shockwave, conheça a missão de Hamid
O crescimento na fé da cristã Nada
A “vida normal” de Dominica


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE