O auxílio necessário ao que busca refúgio

Com o fenômeno internacional dos refugiados, o papel da igreja é estender as mãos aos necessitados

| 05/07/2018 - 00:00

Anahed agora se sente segura, graças ao apoio de parceiros como você

Anahed agora se sente segura, graças ao apoio de parceiros como você


Ao pensarmos em refugiados nossa mente pode nos levar para o Oriente Médio, porém esse é um fenômeno internacional. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), atualmente mais de 67 milhões de pessoas vivem em situação de risco. Ou seja, 1 a cada 113 pessoas são forçadas a fugir por conta de guerras, perseguições, conflitos civis, lutas políticas e abuso dos direitos humanos.

Os refugiados se veem obrigados a deixar casas, bens, segurança, status, privacidade, propósito ou mesmo identidade para se manterem vivos. Anahed era uma professora primária em Bagdá e teve seu marido sequestrado por extremistas em 2006. Mesmo pagando o resgate para a libertação, ele nunca mais foi visto. Depois de 10 anos de espera, ela decidiu encontrar um novo lugar para se estabelecer com a família em segurança.

Ao chegarem à Jordânia, enfrentaram dificuldades, pois não tinham dinheiro suficiente e ela não sabia lidar com os filhos. Foi quando Anahed encontrou um centro para mulheres e crianças em Amã, parceiro da Portas Abertas. O programa demonstra amor pela arte, com o uso de desenhos, pinturas e composição de músicas. “Aqui as mulheres e crianças aprendem a expressar o trauma vivido e curá-lo. Nós expressamos nossos sentimentos e oramos juntos. Demonstramos que somos um em Cristo”, conta Maran, fundadora do projeto. O segundo passo do programa é um curso de inglês.

Anahed conta que agora se sente segura, “Deixar meu país e me tornar refugiada foi aterrorizante. Mas aqui encontrei um refúgio seguro. As pessoas trouxeram de volta o sorriso ao meu rosto com palavras amáveis e de carinho”.

O que você tem a ver com eles?
Junto com você, a Portas Abertas auxilia parceiros locais com alimentos, assistência médica, abrigo, aconselhamento pós-traumas, microcrédito e treinamento. Sua doação beneficia um cristão refugiado do Iraque por seis meses, com ajuda emergencial e aconselhamento pós-trauma. Agradeça a Deus por projetos que levam refúgio e esperança aos irmãos na Jordânia. Ore para que a ajuda destinada aos refugiados possa ser instrumento de cura.

Leia também

A mudança na vida de refugiados
A difícil realidade dos refugiados no Líbano
O importante papel do professor para refugiados sírios


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE