Nova estratégia da Al Qaeda

| 18/03/2004 - 00:00

Al-Qaeda revela preferência por ataques de teor estratégico

Al-Qaeda revela preferência por ataques de teor estratégico


A revista alemã Der Spiegel noticia em seu site que a Al Qaeda tem uma nova estratégia: atacar países da coalizão cuja população de oponha à invasão do Iraque e do Afeganistão. A expectativa do grupo terrorista é que os ataques criem uma situação política insustentável que levaria à retirada dos países enfraquecendo a coalizão e, principalmente, desferindo importantes golpes políticos e financeiros aos Estados Unidos.

É nesse contexto que se situa o ataque aos trens na Espanha cujo governo, recém eleito, já manifestou intenção de retirar do Iraque suas tropas e com isso atender ao clamor popular. A tendência é que depois da Espanha venha a Itália e sucessivamente os outros aliados dos americanos. A dúvida é o que os Estados Unidos farão caso se vejam isolados? Esta maneira de pensar da Al Qaeda revela sintonia com certas fragilidades políticas dos países ocidentais e a preferência por ataques de teor estratégico em lugar dos alvos mais caros e fisicamente mais inacessíveis como instalações militares.

Leia mais na Spiegel Online (em alemão)


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE