Afegãs ganham novos direitos, mas repressão segue no país

| 08/03/2004 - 00:00


No país, mulheres treinam para ingressar na força policial, meninas têm acesso à educação e atletas treinam no principal estádio da capital Cabul. Quase dois anos após a derrubada do regime radical muçulmano dos talibãs, as afegãs readquiriram direitos básicos. No entanto, no Dia Internacional da Mulher, o presidente afegão, Hamid Karzai, instou os líderes religiosos do país a fazer mais para libertar as mulheres de amarras sociais e pôr fim à opressão.

Leia mais no Globo Online


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE