China inclui direitos humanos em sua Constituição

| 04/03/2004 - 00:00


A Constituição já garante a liberdade de religião, expressão e reunião, mas esses direitos são bastante limitados. Depois que os legisladores chineses aprovarem uma emenda simbólica numa sessão do Parlamento que começa nesta semana, a Constituição chinesa passará a proteger os direitos humanos, pela primeira vez. Mas é pouco provável que a medida abra a porta para a liberdade plena de expressão. A oficialização dos direitos humanos vai abrir caminho para alguma discussão da questão no país e pode facilitar a chegada de mais reformas, mas é pouco provável que tenha impacto sobre o histórico chinês de abusos aos direitos humanos.

Leia mais em Folha Online


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE