Importante líder cristão hmong é preso e extraditado

| 08/12/2003 - 00:00


As autoridades vietnamitas extraditaram no dia 29 de novembro passado Ma Van Bay da província de Binh Phuoc, no planalto central para sua província natal de Ha Giang, na fronteira com a China.

No dia 1 de julho, a polícia de Ha Giang espancou até a morte outro cristão hmong, Van Seo Giao, e jogou o corpo num rio. Fontes de Portas Abertas receberam uma entrevista gravada em fita com o irmão de Giao a respeito do assassinato.

Um jornalista de Hanói, que questionou o Ministério dos Assuntos Exteriores do Vietnã a respeito dessa acusação, baseado em uma entrevista da Freedom House no dia 1 de outubro sobre o assassinato, foi informado que Giao morreu porque afogou-se ao atravessar um rio, bêbado.

Bay foi detido no dia 17 de novembro no distrito de Bu Dang, província de Binh Phuoc. Convertido ao cristianismo no início de 1990 depois de ouvir o evangelho pela Rádio FEBC, logo Bay tornou-se líder da comunidade cristã de sua província, que cresce rapidamente.

Durante uma série de opressão em 1997, Bay, então presbítero da igreja responsável pela modesta arrecadação de sua congregação, foi acusado pelas autoridades de furtar o dinheiro dos cidadãos para proveito pessoal. Foi também acusado de seguir ilegalmente a religião cristã e de propagá-la.

Gravemente espancado depois de preso e enfrentando mais de 12 anos de prisão pelas acusações, Bay escapou da custódia e tornou-se um dos primeiros dos milhares de hmong a fugir do planalto central do Vietnã. Ele recebeu ajuda e proteção de testemunha local de outros grupos cristãos minoritários e, depois de uns tempos, sua família foi trazida para juntar-se a ele.

Bay tornou-se um importante líder entre os muitos cristãos hmongs que fugiram para o planalto central. Tradutor de talento, ele traduziu a literatura urgentemente necessária da língua vietnamita para a língua hmong.

Uma fonte de Portas Abertas que conversou com colegas de Bay no Vietnã no final de semana passado os citam: A polícia de Ha Giang veio a Binh Phuoc para extraditá-lo para a prisão de Bac Quang, na província de Ha Giang no sábado. Estamos muito preocupados que lá ele seja muito torturado pela polícia.

Eles pediram oração para que Bay não seja maltratado, e também por sua esposa e os três filhos.

Os cristãos hmongs do vietnã informaram que cerca de 30 policiais da segurança pública desceram ao vilarejo de Phi Va, comuna de Cam Te, distrito de Muong Lay, província de Lai Chau no dia 21 de outubro para forçar as pessoas a assinar documentos renunciando ao cristianismo. Quando os cristãos se recusaram a assinar, os policiais começaram a insultar e espancaram uma mulher até que ela ficou inconsciente.

O incidente faz parte de uma onda de perseguição contra os cristãos das províncias do noroeste do Vietnã. Fontes informam Portas Abertas que estão sendo mandados soldados e policiais para todos os vilarejos de Lai Chau onde há cristãos. As forças de segurança fazem vigilância e constrangem os cristãos a assinar declarações concordando em desistir da fé e voltar ao culto tradicional de seus ancestrais.

Além dessa perseguição oficial, os cristãos hmong tanto do norte do Vietnã como do sul da China foram feitos recentemente alvos daLuz do Oriente, principalmente por seus seqüestros brutais e lavagem cerebral. Os produtores cristãos de rádio estão, ao que se sabe, trabalhando com afinco para preparar programas na língua hmong que ajudará as pessoas a resistir à seita.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE