Distribuição de folhetos cristãos gera detenções no Vietnã

| 16/12/2003 - 00:00


Chegam notícias do Vietnã de choques entre cristãos e a polícia de segurança pública devido a distribuição de folhetos evangélicos desde a abertura do Vigésimo Segundo Jogos do Sudeste Asiático no dia 5 de dezembro. As igrejas domésticas, sempre zelosas em evangelizar, aparentemente organizaram a distribuição de folhetos e literatura contendo testemunhos de importantes atletas cristãos, impulsionando muito os limites da liberdade religiosa nesta nação comunista.

Um boletim informativo da agência Reuters de 8 de dezembro de Hanói informou a detenção de sete estudantes vietnamitas por distribuição de folhetos promocionais do cristianismo no dia 4 de dezembro, véspera da abertura dos jogos. As autoridades insistiram em que os estudantes não foram presos, somente convocados para interrogatório por provocarem desordem. A polícia disse que era ilegal distribuir literatura sem a autorização dos organizadores dos jogos e tentou descobrir de onde tinham vindo os materiais.

Os confrontos foram mais violentos na Cidade de Ho Chi Minh (Saigon). No dia 5 de dezembro, a Sra. Le Thi Thanh Tuyen foi detida, amarrada e espancada na delegacia de polícia de Ben Nghe, de onde só foi solta depois de 24 horas.

No dia 7 de dezembro, quatro evangelistas, três mulheres e um homem, Dang Quoc Tuan, foram detidos e espancados na Rua Dong Khoi, o centro da área turística, no centro da Cidade de Ho Chi Minh. A roupa do Sr. Tuan foi tirada e ele foi espancado na rua por cerca de 10 policiais antes de ser levado à delegacia de polícia de Bem Nghe. Os cristãos da igreja Menonita foram à delegacia de polícia pedir a sua libertação. Ele foi solto às 2h00 da tarde do dia 8 de dezembro e recebeu um pedido de desculpas do chefe de polícia Bui Thanh Son da unidade de religião PA38 da cidade de Ho Chi Minh, que prometeu que tais coisas não aconteceriam novamente. Mas foi uma promessa em vão.

Por volta das 9h00 da noite de 9 de dezembro, oito obreiros da Aliança Missionária do Vietnã foram detidos no Distrito 7 e ainda estão sendo mantidos presos. Cinco deles são mulheres, incluindo duas mulheres do Movimento Inter-evangelístico do Vietnã, foram detidas no Distrito 9. Na mesma noite o líder delas, o Rev. Tran Mai, foi interceder por elas e ele próprio ficou detido durante 24 horas, como ficou o líder da Igreja do Nazareno, Rev. Le Quang Son. Ao meio-dia de 10 de dezembro, sabe-se que pelo menos 18 cristãos estavam presos por distribuírem literatura cristã. Outros estavam desaparecidos. Os líderes cristãos estão reunindo informações para tentar entender a extensão da repressão.

Ao meio-dia (hora local de Ho Chi Minh) da quinta-feira, 11 de dezembro, um importante líder da igreja doméstica informou Portas Abertas que alguns haviam sido soltos, mas pelo menos 10 permaneciam encarcerados e o paradeiro de dois obreiros era desconhecido. Os líderes da Igreja informaram que muitas caixas de folhetos foram confiscadas, mas eles estavam determinados a continuar distribuindo o restante.

Em um incidente aparentemente sem relação com a literatura cristã, a polícia simulou um acidente de moto na noite de 9 de dezembro no que parece ter sido um atentado contra a vida do Rev. Nguyen Hong Quang, um importante líder da igreja doméstica e ativista da liberdade religiosa e outros direitos humanos. Quang irritou recentemente as autoridades quando envolveu-se na tentativa de defesa no julgamento dos dois sobrinhos e da sobrinha do famoso prisioneiro de consciência e ativista da liberdade religiosa, padre Nguyen Van Ly. Quang escapou do ataque policial e tentativa de prisão, mas um colega, o evangelista Pham Ngoc Thach, que levava o Rev. Quang em sua moto, foi capturado pela polícia, espancado e levado preso. Em questão de horas, o Rev. Quang organizou uma manifestação pacífica, uma greve de fome e uma vigília de oração com cerca de 30 cristãos na delegacia de polícia. O evangelista Thach foi solto em 24 horas.

Entretanto, quando o Rev. Quang ficou sabendo da prisão de muitos outros obreiros devido ao incidente da distribuição de literatura, continuou o confronto com a polícia, exigindo a libertação de todos os que haviam sido levados em custódia. Ele ameaçou organizar manifestações de rua sem precedentes se eles não fossem soltos. Outros líderes entraram em negociações com as autoridades e garantiram a libertação de alguns. Mas com pelo menos 10 ainda presos, o Rev. Quang está ameaçando manifestações de rua que certamente irão constranger as autoridades e podem provocar mais choques perigosos.

Apesar do Vietnã reconhecer dois grupos protestantes, dezenas de organizações de igrejas domésticas representando centenas de igrejas e milhares de cristãos permanecem na ilegalidade e sujeitas ao abuso oficial.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE