Líderes de seita controversa são executados secretamente

| 03/12/2006 - 00:00


Conforme a Associação de Ajuda à China (CAA, sigla em inglês), três controversos líderes religiosos foram executados secretamente há duas semanas.

A esposa de Li Maoxing disse que a corte intermediária da cidade de Shuangyashan lhe pediu para ir até lá e recolher as cinzas do seu marido o mais rápido possível.

Segundo o advogado Li Heping, advogado de defesa de Xu Shuangfu, o fundador da seita Três Graus de Servos, Shuangfu, Li Maoxing e Wang Jun já foram executados (eles haviam sido condenados à morte em julho, veja aqui). Nenhum dos advogados, nem dos parentes, foi previamente informado da execução. A defesa dos três executados dizia que não havia evidências que comprovassem o envolvimento de Shuangfu e dos outros dois líderes no assassinato de membros do grupo religioso Relâmpago Oriental, como mentores e cúmplices do crime.

O advogado Li Heping disse à CAA que estava profundamente perturbado pela execução arbitrária secreta. A CAA confirmou que até agora, 15 fiéis, líderes ou não, já foram executados em ligação a esse caso.

"Ficamos chocados com as notícias", disse o reverendo Bob Fu, presidente da CAA. Para ele, a execução arbitrária mostra claramente que o governo central chinês está ignorando a lei por completo. "Os governos regionais estão engajados em acobertar as evidências de tortura, queimando os corpos dos internos. Pedimos à Suprema Corte Democrática para iniciar uma investigação independente sobre esse caso."


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE