Policial é intimado a responder por agressão contra cristãos

| 04/12/2006 - 00:00


Em 13 de novembro, a corte de Malout Taluka, no distrito de Muktsar, intimou o subinspetor assistente Hukam Chand Sharma, da delegacia de Malout, a comparecer em 8 de fevereiro a uma audiência relacionada à agressão de quatro cristãos.
 
Um cristão do lugar, que pediu anonimato, disse à agência de notícias Compass que as vítimas da agressão eram membros da igreja Aliança Nova Jerusalém. O subinspetor Hukam as teria agredido em 25 de setembro de 2005.
 
Na manhã daquele dia, um grupo de extremistas hindus invadiu o culto da Aliança e acusaram os cristãos de conversões anti-éticas. Quando os cristãos chamaram a polícia, diversos policiais chegaram e levaram os cristãos Gurudev Singh, Jaswant Singh e Balkaran Singh à delegacia.
 
Conforme o cristão, depois de chegarem lá, Hukam agrediu os três com violência. Mais tarde, a polícia trouxe o pastor Sukhdev Pana e o agrediu também.
 
No dia seguinte, uma vez soltos, Gurudev ficou hospitalizado por cinco dias e o pastor Sukhdev por três dias.
 
Quando o pastor, também funcionário público aposentado, delatou o incidente às autoridades, elas se negaram a registrar a queixa. Por fim, em outubro de 2005, ele conseguiu abrir um caso contra Hukam no tribunal de Malout.
 
A fonte disse que, "depois de os cristãos iram ao tribunal, o departamento de polícia ordenou a suspensão de Hukam, mas só por 10 dias".
 
As vítimas também registraram queixas individuais na Comissão de Direitos Humanos do Estado de Punjab.
 
Por nenhuma ação ter sido tomada, a igreja abriu um processo na alta corte em maio de 2006. A primeira audiência finalmente aconteceu em 13 de novembro.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE