Cristãos chineses são presos durante treinamento bíblico

| 27/10/2006 - 00:00


As autoridades da província de Xinjiang, prenderam um pastor coreano naturalizado americano e 35 cristãos de uma igreja clandestina de Yongfeng. O grupo estava reunido para um treinamento bíblico. O caso foi relatado pela Associação de Ajuda à China (CAA), uma organização não governamental com sede nos Estados Unidos, que age em favor da liberdade religiosa na China.

A polícia invadiu o local da reunião em Qilin, um subúrbio da capital da província, Uramqi, quando um grupo participava de um treinamento ministrado pelo pastor que estava lá, vindo dos Estados Unidos.

Durante a invasão, a polícia confiscou Bíblias e "outros materiais cristãos". Os detidos estão sendo mantidos em local desconhecido.

A CAA informou que entre os presos estavam Zhou Li, Xia Lingzhi, Bao Lin, Ren Baolan, Feng Yan, Hu Ying, acrescentando que os dois primeiros já tinham sido presos e multados no ano passado por "freqüentar cultos cristãos".

A associação declarou: "A irmã Xia Lingzhi tem 66 anos e sofre de doenças coronarianas e hipertensão e, portanto, não deveria ser detida novamente, já que isso coloca em risco sua vida".


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE