Família perseguida permanece firme na fé em Cristo

| 22/09/2006 - 00:00


A família de Immanuvel foi excluída de sua aldeia por causa de sua fé cristã, mas isso não impediu que ela permanecesse firme. Como outros em aldeias da região central da Índia, Immanuvel, sua esposa e seus quatro filhos já adoraram muitos deuses. Mas quando um pastor visitou sua casa, eles ouviram o evangelho pela primeira vez. No mesmo dia, cada membro da família escolheu receber Cristo e segui-lo.

Sua decisão teria um alto preço. Quando os outros moradores da aldeia souberam da conversão da família, eles começaram a ofender verbalmente os novos convertidos e a provocar confusão. A oposição aumentou quando a filha de Immanuvel, Amija, decidiu se matricular em um seminário do Gospel for Asia (GFA) para um treinamento ministerial.

"Tire-a do seminário e traga-a para casa ou esqueça-se dela para sempre", advertiu o chefe da aldeia. Mas Immanuvel respondeu, corajosamente, que jamais abandonaria sua filha ou seu Jesus.

Insulto

Irado com essa resposta, o chefe da vila excluiu a família de Immanuvel do convívio em sociedade. Todos os moradores foram proibidos de conversar com qualquer membro da família e, se alguém o fizesse, seria multado em 5 mil rúpias. Na cultura indiana, isso é um insulto muito grande. Mas Immanuvel e sua família já assumiram os custos e expressaram o desejo de enfrentar qualquer conseqüência por Jesus.

Mesmo quando alguém os instiga a negar o nome de Cristo para que possam a retornar à sociedade, eles recusam. Eles já começaram a visitar as aldeias vizinhas para compartilhar a mensagem do evangelho. Hoje, Amija está no terceiro ano do seminário.

Líderes de campo do GFA pedem orações por essa família, para que eles permaneçam firmes em sua fé e para que Deus os use para a salvação de muitos - inclusive o chefe da aldeia.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE