Missionário é agredido e ameaçado na Índia

| 10/09/2006 - 00:00


Assim que Jakson, missionário do Gospel for Asia (GFA), desceu do ônibus, quatro homens de um grupo radical anticristão o agarraram e levaram à força a um arrozal próximo.

Eles fizeram muitas perguntas sobre dois jovens cristãos, que, por causa do testemunho de Jakson, estavam planejando freqüentar o seminário do GFA para se tornarem missionários.

Os quatro homens começaram a bater em Jakson, atirando-o ao chão. Enquanto eles estavam batendo nele, um vizinho se aproximou e implorou aos homens que parassem.

Os quatro homens foram embora, mas antes fizeram ameaças - eles avisaram ao missionário do GFA que ele e os cristãos de sua igreja não deveriam se encontrar para cultos ou se envolver em nenhum tipo de atividade cristã.

Recuperação e proteção

Eles então fizeram visitas aos pais dos dois jovens que planejavam freqüentar o seminário, ameaçando-os de morte caso permitissem que seus filhos prosseguissem com seus planos.

O vizinho de Jakson levou-o para casa e depois foi a uma cidade próxima em busca dos líderes do GFA para informá-los do incidente. Embora ainda não seja um cristão, esse vizinho freqüenta o grupo de comunhão de Jakson.

A situação na aldeia de Jakson permanece tensa, e as agressões deixaram marcas em seu corpo. Os líderes do GFA pedem oração por Jakson e sua família, e também por aqueles que se opõem a ele.

"Oramos para que ele recupere rápido a plena força e por proteção para sua família", disse um líder do Gospel for Ásia. "Oramos para que o trabalho de Jakson prossiga sem interferência na região."

O líder também destacou a coragem e a gentileza do vizinho de Jakson. A oração do missionário é que seu vizinho, em breve, coloque sua fé em Cristo.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE