Bispo protestante renuncia à cidadania paquistanesa

| 21/08/2006 - 00:00


O bispo Timotheus Nasir decidiu renunciar a sua cidadania paquistanesa em protesto contra a discriminação e o ódio religioso do país.

Há poucos dias ele enviou uma cópia de seus documentos e uma carta ao presidente Musharraf expressando sua preocupação com a situação dos cristãos no Paquistão.

De acordo com fontes locais, mais de uma centena de clérigos protestantes planejam seguir o bispo, que é ex-arcebispo da Igreja Bíblica Siloam.

Em sua carta ao presidente, Timotheus, que está perto da idade de se aposentar, disse: "Meu orgulho e confiança em minha cidadania paquistanesa foram totalmente abalados" por causa do "ódio extremo, da discriminação religiosa e da intolerância para com a comunidade cristã em todos os níveis da sociedade islâmica do Paquistão".

Condições deploráveis

Igrejas são destruídas e os cristãos são perseguidos, forçados a se tornar muçulmanos ou acusados de blasfêmia. Isso acontece todos os dias. Leis que são desfavoráveis às minorias religiosas têm sido aprovadas.

Um exemplo apontado pelo bispo é que enquanto existem leis que proíbem ofensas ao Alcorão, acadêmicos islâmicos se divertem "insultando minha religião, a Bíblia sagrada e os santos personagens do cristianismo".

Por essa razão, o reverendo Timotheus está pronto para abrir mão de sua identidade paquistanesa. "Agora eu sou um habitante não-paquistanês, um estrangeiro vivendo na República Islâmica do Paquistão, um país do qual eu, certa vez, me orgulhei".

Na carta o bispo também revela que escreveu para o presidente Musharraf várias vezes, mas não recebeu resposta.

A decisão de Timotheus de renunciar à sua nacionalidade paquistanesa também se deve ao "silêncio" e à "ignorância" demonstrados pelo presidente Musharraf acerca das "condições deploráveis em que vivemos no Paquistão".


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE