Mais violência ameaça os cristãos de Gujarat

| 05/02/2006 - 00:00


Levando em consideração os ataques de 28 de janeiro contra uma igreja em Bhopal, há preocupações com o aumento da perseguição explícita na Índia. Os ataques aconteceram à luz do dia em uma casa particular, aumentando a apreensão.

Dave Stravers, da Missão Índia, disse estar preocupado porque em Gujarat há uma grande convenção hindu sendo planejada para os dias 11 a 13 de fevereiro (o festival "Shabri Kumbh", para saber mais, clique aqui). Quando outro evento como esse ocorreu nessa região da Índia há alguns anos, houve muita violência. Segundo Dave, os cristãos foram espancados e igrejas foram queimadas.

Ele não é o único que está preocupado. De acordo com reportagens publicadas, a pedido de grupos como o Conselho Cristão Toda a Índia e a Comissão Nacional de Minorias, estão acontecendo reuniões com os funcionários públicos em Gujarat sobre o programa de reconversão do Vishwa Hindu Parishad.

Dave observa que toda vez que as pessoas começam a usar a frase "reconversões forçadas", geralmente há intimidação, pressão e violência envolvidas. Por isso, muitos cristãos aqui são "cristãos de oração", que podem ser oprimidos por esse enorme encontro hindu.

De qualquer forma, equipes da Missão Índia afirmam que permanecerão fiéis ao seu chamado, independente da pressão dos extremistas hindus.

A constituição da Índia garante ao seu povo liberdade para escolher sua religião. Os que estão se preparando para a implantação de igrejas domésticas respeitam a Constituição e a liberdade de escolha que cada cidadão tem sob a Constituição do país.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE