Pastor é interrogado e punido por receber visitas em casa

| 13/01/2006 - 00:00


A agência de notícias Forum 18 soube que o pastor Aleksandr Zakharov, que está à frente da igreja do Evangelho Pleno no bairro de Mirobad, na capital uzbeque Tashkent, foi punido por permitir que os membros da igreja se reunissem em sua casa. No dia 4 de janeiro, cerca de 15 pessoas foram à casa dele para desejar-lhe feliz Ano Novo, quando policiais e funcionários do governo chegaram. Depois de tomarem chá com os membros da igreja, eles exigiram que Aleksandr escrevesse uma declaração explicando porque os membros da igreja estavam lá e também lhe ordenaram a prestar depoimento na delegacia no dia seguinte. Quando o pastor chegou lá, foi mandado para a corte criminal de Mirobad.

O juiz do tribunal afirmou a Aleksandr e ao seu advogado que sua afiliação religiosa não influenciava a situação. Mas mesmo assim, ele foi multado em 5 mil sums (4 dólares) por não obedecer a uma ordem oficial. O juiz não foi capaz de responder ao pedido de Aleksandr, que exigia uma explicação sobre o que ele tinha feito de errado. "Parecia que o juiz, de alguma forma, tinha que julgar e responsabilizar alguém, declarou o representante da igreja do Evangelho Pleno.

A igreja foi proibida de se reunir no fim de outubro passado e foi forçada a interromper seus serviços. Depois que a interdição foi imposta, a polícia visitou várias vezes a casa de Aleksandr para alertá-lo, dizendo que ele não poderia receber nenhuma visita. Eles se recusaram a explicar a razão dessa medida.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE