Grupo violento promete proteger o Natal

| 23/12/2005 - 00:00


A Frente de Defesa do Islamismo (FPI) disse em 21 de dezembro que o grupo, conhecido por suas incursões violentas, iria ajudar a proteger as celebrações de Natal e Ano Novo em Jacarta.

O FPI planeja contribuir com os esforços de promover a ordem pública.

"Nossos membros serão disponibilizados para mostrar que as relações inter-religiosas na cidade são boas", disse Alawi Usman, presidente da agência de investigação do FPI.

Ele explicou que a direção do FPI instruiu os líderes de todas as filiais a ajudarem as autoridades no reforço da segurança durante as celebrações.

"Instruímos nosso membros a tirarem todas as insígnias do FPI durante o serviço de segurança. Mas pedimos para que eles não se envolvessem totalmente a ponto de não perceberem que membros do FPI estejam participando das celebrações de Natal", Alawi explicou.

Alawi acrescentou que os membros do FPI também foram instruídos a manter distância dos locais de culto, para evitar que a polícia suspeite deles, em vez de ajudá-los a proteger as festas.

Ele reiterou que o FPI só irá atuar com as autoridades, não com aqueles de comitês dos lugares de culto.

"Também queremos enfatizar que a segurança que nos diz respeito é a de locais de culto. A proteção de centros de entretenimento é dever da polícia", Alawi disse. Ele também pediu que a polícia desse mais atenção aos pequenos salões de culto, em vez dos grandes, porque já haverá muita segurança lá. "Não errem na conta da segurança".

Há 706 igrejas na cidade, 112 estão no centro, 215 no norte, 124 no oeste, 96 no sul e 159 no leste.

Os oficiais de segurança, sob a coordenação da Polícia de Jacarta, vão realizar a operação "Lilin Jaya", do dia 24 de dezembro a 4 de janeiro para manter a segurança durante as festas de Natal e Ano Novo. Serão mobilizados pelo menos 17.350 pessoas, reforçadas por dois helicópteros, 500 unidades móveis, quatro veículos táticos e cinco cachorros treinados.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE