Sacerdote adverte que herança cristã é ameaçada por muçulmanos

| 28/12/2005 - 00:00


O Padre Melaku Tafesse Amente afirmou que a herança cristã da Etiópia é ameaçada pelos muçulmanos que estenderam massivamente sua influência na cultura e a economia do país. Em uma recente mensagem enviada à sede da organização Ajuda à Igreja que Sofre, o sacerdote explicou que os movimentos muçulmanos do Oriente Médio enviam dinheiro à Etiópia para fazer com que a expansão islâmica consiga o controle dos aspectos fundamentais da vida pública como hospitais, escolas e supermercados.

Em breve os muçulmanos serão superiores, advertiu o presbítero. Os muçulmanos têm agora um enorme poder econômico. Dizem que você deve se converter ao Islã se quiser iniciar qualquer empreendimento. Então os negócios não serão fontes de renda, mas uma forma de recrutar gente para o Islã, afirmou. Até agora -prosseguiu o sacerdote - se percebe grande tolerância por parte dos muçulmanos para os cristãos. Entretanto, em alguns poucos anos, tudo pode se transformar em uma situação muito violenta.

Do mesmo modo, fez um chamado aos cristãos no país para que ajudem à Igreja na Etiópia a responder à crise. A prioridade é unir esforços para anunciar o Evangelho, afirmou. Também destacou o papel dos leigos para esta missão, dada a escassa quantidade de sacerdotes no país africano.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE