Jornalista de agência cristã é detido no aeroporto

| 15/08/2005 - 00:00


A mídia internacional e grupos de direitos humanos estão pedindo a libertação imediata de um importante jornalista no Uzbequistão, que foi levado sob custódia no dia 11 de agosto.

Igor Rotar foi levado sob custódia no aeroporto de Tashkent aproximadamente às 10:25 da manhã, depois de chegar em um vôo de Bishkek, Kirguistão. As autoridades uzbeques estavam mantendo Igor incomunicável. Igor é um correspondente de várias redes de notícias ocidentais que cobrem o Uzbequistão, incluindo o Forum 18.

As autoridades uzbeques recusaram-se a comentar a detenção, de acordo com um informe emitido pelo Forum 18, um serviço de notícias que foca questões relacionadas à liberdade religiosa. Observadores da mídia dizem que a detenção parece estar ligada a um esforço em andamento do governo uzbeque de reprimir todas as fontes independentes de informação no país.

Estamos muito preocupados com a segurança de Igor e intimamos as autoridades uzbeques a libertá-lo e a encerrar sua campanha de assédio e intimidação contra a mídia independente", disse Alex Lupis, o coordenador europeu do Comitê de Proteção aos Jornalistas, com sede em Nova Iorque.

"A qualquer hora um jornalista é levado sob custódia, o que representa um risco ao jornalista e à liberdade de expressão", disse Rachel Denber, vice-diretora da divisão da Europa e Ásia da Central da Vigia dos Direitos Humanos. "Essa é uma situação horrível e está ligada às medidas repressivas que esse governo tem tomado contra a mídia e a liberdade de religião".

A Organização pela Segurança e Cooperação na Europa está monitorando de perto o caso de Igor, disse o porta-voz Richard Murphy.

Um observador, que viu Igor algumas horas depois de ele ser levado sob custódia, relatou que o jornalista parecia estar bem fisicamente, mas psicologicamente abatido pela experiência, segundo informe do Forum 18. O informe acrescentou que "fontes confiáveis haviam indicado que a detenção foi ordenada por razões políticas dos níveis mais altos e que a detenção foi realizada pelo Serviço de Imigração e Guarda de Fronteira, sob as instruções da polícia secreta do Serviço de Segurança Nacional". Dado o status de cidadão russo de Igor, a Embaixada Russa em Tashkent foi notificada da detenção, de acordo com o informe do Forum 18.

Texto enviado por Daila Fanny


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE