Jovens cristãos e muçulmanos unidos pelas causas sociais

| 01/08/2005 - 00:00


Para combater a chaga dos meninos de rua, que se dedicam a pequenas ações criminais e de delinqüência juvenil, é necessário um esforço comum: instituições, comunidade religiosas, centros sociais, agências educacionais, escola e família. Cada um deve fazer a própria parte: foi o que emergiu no fórum organizado no mês de julho em Zamboanga City, na ilha de Mindanao (sul das Filipinas), para discutir a situação e as formas de prevenção da violência juvenil.

Do fórum, participaram representantes de instituições, mas também líderes cristãos e muçulmanos, que se comprometeram em promover iniciativas comuns para obter uma previsão de interesse público: conter o fenômeno da delinqüência juvenil e ajudar na recuperação dos menores que vivem nas ruas, fornecendo-lhes um local onde viver e a instrução necessária para se inserirem no tecido social.

Um dos argumentos abordados durante o fórum foi o de jovens que ocupam as prisões filipinas: na cidade de Zamboanga e na região são numerosos os jovens entre os 9 e os 18 anos detidos por crimes de vários gêneros. Os participantes do evento elaboraram várias propostas para inseri-los em um percurso de reeducação, através de institutos de formação e de obras sociais, solicitando intervenções das instituições públicas.

Além disso, um caminho de formação pensado especialmente para os jovens das faculdades e universidades, pertencentes a diversas religiões, foi proposto em Zamboanga City pelo Movimento islâmico-cristão "Silsilah", no Harmony Village, às portas da cidade. O conteúdo dos seminários, que envolvem numerosos jovens todos os anos, vão dos temas do diálogo e da responsabilidade de cada indivíduo, às relações entre religiões e culturas, e aos grandes temas de atualidade internacional, como o combate ao fundamentalismo e ao terrorismo.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE