Cristãos reagem à profanação com jejum e oração

| 20/06/2005 - 00:00


Em uma entrevista para Ásia News, o diretor Gerald Almeida, bispo de Jabalpur, no estado de Madhya Pradesh (centro da Índia), disse que atividades anti-cristãs feitas pelos fundamentalistas hindus estão aumentando e alcançando áreas até aqui poupadas, tais como sua própria diocese.

O último ato de violência dos fundamentalistas aconteceu no dia 12 de junho, quando "por volta da meia-noite um grupo de manifestantes entrou na capela do Menino Jesus e a profanou", disse o bispo Gerald.

Os atacantes, na maioria jovens, atiraram ovos estragados e água tingida de azul contra a capela. Quando o guarda os viu, eles fugiram.

"Exceto por uns poucos incidentes, os fundamentalistas pouparam a área", ele explicou.
Até agora, ninguém foi preso, mas "nós registramos uma queixa na polícia", o bispo acrescentou.
"Notificamos as autoridades do estado e pedimos a proteção da polícia da administração".

O incidente acontece quando os cristãos estão cada vez mais preocupados com a violência sectária direcionada a eles em estados governados pelo partido fundamentalista hindu Bharatiya Janata (BJP) como Madhya Pradesh, Gujarat, Orissa, Uttar Pradesh e Punjab.

O bispo Gerald tem pressionado o clérigo e os religiosos para apaziguarem o ressentimento entre os cristãos locais e disse que sua resposta a essa violência será uma cadeia de jejum através da diocese de Jabalpur.

"Devemos pedir a Deus que transforme as mentes e corações dessas pessoas que estão atacando os cristãos", ele acentuou.

O BJP apóia uma versão fundamentalista do hinduísmo e é o principal partido de oposição da Índia.

Texto enviado por Daila Fanny.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE