Suspensa a ordem de demolição de casas de famílias cristãs em Orissa

| 18/06/2005 - 00:00


Por enquanto, parece que o perigo passou: a ordem para a demolição das casas de 109 famílias cristãs no Estado de Orissa (no Nordeste da Índia) foi suspensa pelo primeiro-ministro do Estado, Naveen Patnaik. As famílias do município de Koraput respiraram aliviadas e, pelo menos por enquanto, não serão transferidas repentinamente e sem nenhum motivo.

A mobilização rendeu frutos: o apelo a todas as forças que defendem os princípios de liberdade, justiça e democracia na Índia, em nível nacional, não deixou de ser ouvido e, pelo menos nesse caso, ganhou o respeito das grandes tradições pluralistas do subcontinente indiano. As famílias ameaçadas de desocupação são famílias pobres que, evangelizadas, acolheram a mensagem de Cristo.

A presença delas foi questionada por grupos fundamentalistas hindus, como o "Rashtriya Swayamsevak Sangh" (RSS), que prega a ideologia nacionalista e intolerante, muito forte no Estado de Orissa. O município de Koraput não é novato em episódios de violência perpetrados por grupos integralistas. De acordo com fontes locais, o RSS pressionou as autoridades civis do município para a desocupação do assentamento cristão.

A comunidade cristã local se opôs à decisão de demolir e denunciou um "ato grave de prevaricação e de violação dos direitos estabelecidos pela Constituição indiana". Dom Raphael Cheenath, Arcebispo de Cuttack-Bhubaneshwar, relatou à Fides as tensões e os medos vivenciados em Orissa "pelos missionários e o pessoal religioso. Os cristãos são desrespeitados e boicotados na sua vida cotidiana, com a total indiferença das autoridades civis e da polícia local. É uma situação insustentável".


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE