Mais um pastor encontrado morto em Andhra Pradesh

| 09/06/2005 - 00:00


No dia 2 de junho, a polícia do estado de Andhra Pradesh encontrou o corpo do pastor Isaac Raju, desaparecido desde 24 de maio. 

De acordo com Sam Paul, secretário nacional do All India Christian Council, o corpo foi achado em uma sacola jogada atrás de uns arbustos na região de Golconda, próxima à capital do estado, Hyderabad.

Raju, que pastoreava uma igreja independente próxima à cidade, deixou a esposa e um filho de 18 anos. Sua filha de 15 anos morreu em um acidente em abril.
 
Este é o segundo caso de desaparecimentos misteriosos e morte de um ministro cristão em Andhra Pradesh recentemente. No dia 21 de maio, o corpo de K Daniel, um pregador de Kummarvadi, também próximo à cidade de Hyderabad, foi encontrado com marcas sugestivas de um ataque com ácido.
 
"Não sabemos o que está acontecendo, mas estamos com medo," disse Paul a Compass. "Alguém ligou e disse à polícia que o corpo estava lá. No início, a polícia não achou o corpo. Então outra ligação veio, dando direções exatas, e o corpo foi achado."

"A mesma coisa aconteceu no caso do Daniel. Eles ligaram para falar onde o corpo estava. É uma maneira bastante planejada de aterrorizar a comunidade cristã", explicou ele.
 
"O corpo estava tão decomposto que não pôde ser reconhecido. A polícia o identificou pelo cinto e pelas roupas."

Uma autópsia será realizada para determinar a causa da morte, mas Paul acredita que o assassinato foi "um crime religioso".
 
De acordo com fontes, um homem chamado Vinod ligou para falar com Raju, uma semana antes de seu desaparecimento, e perguntou se ele estava disponível para celebrar um casamento. O pai de Raju disse que sim. Uma semana depois, em 24 de maio, Raju disse para a esposa que Vinod havia ligado e que estava indo encontrá-lo. Quando Raju não retornou para casa, a família informou seu desaparecimento.

Após seu desaparecimento, a polícia iniciou uma grande operação de busca. A situação era particularmente preocupante, já que K. Daniel também havia sido contatado a respeito de uma cerimônia de casamento antes de desaparecer, de acordo com o relatório da Associated Press (AP) de 5 de junho.

O relatório da AP também dizia que a polícia interrogou pelo menos 150 membros de grupos nacionalistas hindus, depois de uma carta anônima enviada para um jornal local, dizendo que os assassinatos foram feitos por uma organização chamada Fórum Anti-Cristão.
 
Paul confirmou ao Compass que um jornal estatal publicou uma cópia da carta no dia 31 de maio.

"O relatório disse que o Fórum Anti-Cristão era responsável pela morte de Daniel e que eles iriam repetir esses assassinatos. Não levamos a sério na época, achando que era uma enganação, mas a polícia agora está investigando quem está por trás desta organização" disse Paul.

Após o resgate do corpo de Raju, o governo do estado criou uma Equipe de Investigação Especial para encontrar os responsáveis pelos assassinatos. O ministro de habitação também ofereceu proteção para missionários cristãos que moram no estado.
 
"Pastores de igrejas maiores não estão com medo, mas outros, aqueles que vivem e trabalham sozinhos nas proximidades da cidade, estão com bastante medo. Há pelos menos de 200 a 300 deles," disse Paul.

Há aproximadamente 1.500 igrejas na cidade de Hyderabad, e o ministro supremo de Andrha Pradesh, Y. Rajshekhar Reddy, "diz ser cristão" de acordo com Paul.
 
No momento, a comunidade cristã em Hyderabad planeja uma marcha pela paz. Líderes cristãos também planejam se reunir com Reddy para discutir preocupações de segurança.
 
Enquanto isso, um informe no jornal The Hindu, de 6 de junho, ofereceu uma recompensa por informações que levassem à prisão do assassino, ou assassinos, dos pastores Daniel e Raju.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE