Pastor carismático é multado por organizar culto

| 10/04/2005 - 00:00


o Pastor Vyacheslav, da igreja carismática Vida Nova, foi declarado culpado por quebrar o procedimento estabelecido para realizar eventos religiosos (Artigo 167, Parte 1, do Código Bielorrusso de Crimes Administrativos) e multado em 720.000 rublos bielorrussos (aproximadamente US0.00) no dia 22 de março, declarou Vasily Yurevich, administrador da igreja, ao Forum 18 News Service.

Falando da capital bielorrussa em 23 de março, Yurevich comentou com o Forum 18 que um representante do tribunal do distrito de Moscou em Minsk telefonou para a casa do Pastor Vyacheslav na noite de 21 de março e exigiu sua presença no tribunal no dia seguinte, ao que o pastor reagiu pedindo uma intimação por escrito. Logo em seguida, disse Yurevich, um polícia local lhe telefonou e repetiu a convocação do representante do tribunal, ameaçando levá-lo à força e algemado se não cumprisse a ordem. O Pastor Vyacheslav voltou a exigir uma intimação formal, prosseguiu Yurevich, e ela foi devidamente entregue na mesma noite. O Forum 18 recebeu uma via do documento sem data, afirmando que o Pastor Vyacheslav deveria comparecer ao tribunal "na condição de transgressor da lei" ao meio-dia do dia 22 de março.

De acordo com Yurevich, 150 membros da igreja acompanharam o pastor à audiência, mas não puderam entrar na breve audiência, pois "o juiz declarou a sessão fechada". Esta circunstância, bem como o curto intervalo entre a intimação e a audiência, significou que não houve oportunidade de preparar ou apresentar nenhuma forma de defesa, afirmou o Forum 18. Depois que o Pastor Vyacheslav entrou na sala de audiência, um policial bloqueou sua saída. Quando a porta se abriu novamente, o juiz se limitou a dizer às pessoas que aguardavam do lado de fora que a audiência já havia terminado e o veredicto já havia sido anunciado. O Forum 18 recebeu uma via da ordem judicial exigindo que o Pastor Vyacheslav pague ao estado bielorrusso até 6 de abril de 2005 o equivalente a 30 vezes o salário mínimo mensal.

Uma audiência em 1o. de março, à qual compareceram cerca de 100 membros da igreja, foi surpreendentemente adiada para que a polícia conduzisse maiores investigações, e ainda não se sabe quando a próxima audiência será realizada.
 Após uma tentativa inicial frustrada, no final de 2004, as acusações voltaram a ser lançadas contra o Pastor Vyacheslav no dia 25 de janeiro

Além de recorrer da multa, a Igreja Vida Nova está preparando queixas formais ao Ministério da Justiça e ao Ministério de Assuntos Internos de Belarus contra o procedimento irregular do juiz no tribunal e o comportamento da polícia, respectivamente, declarou Yurevich ao Forum 18. A polícia foi rude com os membros da igreja e tentou forçá-los a deixar o prédio, salientou.

Impedida de alugar imóveis pela administração do distrito de Minsk em setembro de 2004, a grande congregação Nova Vida, com 600 membros, vem se reunindo em um antigo estábulo que ela comprou em 2002. As autoridades da cidade de Minsk negaram à igreja permissão para usar o imóvel como igreja, reformar as instalações, reconstruí-la como casa de oração e registrá-la em seu endereço e 16 de dezembro de 2004. Pela lei religiosa bielorrussa de 2002, todos os eventos religiosos requerem permissão do estado, a menos que sejam realizados em locais destinados a servir de igreja.

Depois que o próprio Vasily Yurevich foi multado em 150 vezes o salário mínimo mensal, no dia 28 de dezembro de 2004, por supostamente organizar cultos ilegais em um estábulo", a administração da cidade de Minsk emitiu uma advertência oficial à Igreja Nova Vida no dia 30 de dezembro. De acordo com a lei religiosa de 2002, uma segunda advertência seria suficiente para banir a igreja.

Autoridades estaduais em vários níveis vêm repetidamente declarando ao Forum 18 que a situação difícil da Igreja Vida Nova é culpa dela mesma, uma vez que uma igreja não poderia se reunir num estábulo porque um estábulo só serve para guardar vacas e eles não poderiam reconstruir o prédio porque os planos de construção civil da cidade no sentido de desenvolver a área não prevêem a construção de uma igreja e já foram aprovados pelo presidente Aleksandr Lukashenko

Uma análise de março de 2000 acerca de uma das congregações co-irmãs da Igreja Vida Nova, feita pelo especialista do Comitê Estadual Bielorrusso para Assuntos Étnicos e Religiosos, conclui que se trata de uma seita neo-mística, político-religiosa destrutiva", cujo crescimento representa uma ameaça significativa ao indivíduo, à sociedade e ao estado


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE