AME - A situação na ilha de Nias pós-terremoto

| 29/03/2005 - 00:00


No terremoto de ontem, o vice-presidente da Indonésia, Jusuf Kalla, admitiu de que na ilha de Nias há no mínimo 2 mil pessoas mortas. Em um hospital cristão foram atendidos mais de 500 feridos. Gunung Sitoli, a capital, foi a mais atingida com 80% dos prédios destruídos. A situação está calamitosa porque a eletricidade e comunicação foram cortadas. Na escuridão, não conseguem retirar as pessoas debaixo dos escombros.
 
Uma equipe nossa esteve em Nias por 2 semanas, em fevereiro, antes de seguirem para Banda Aceh. Nias é uma ilha onde a metade da população é cristã e outra metade muçulmana.
  
Um repórter, nosso amigo em Banda Aceh, informou que está difícil de entrar em Nias por mar, somente por via aérea, e a situação está calamitosa.
 
Continuamos em oração intercedendo pelo povo e pedindo direção de Deus se devemos enviar uma equipe de socorro imediato.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE