Assassinado câmera cristão que trabalhava para canal curdo

| 14/03/2005 - 00:00


MOSSUL, Iraque, 14 mar (AFP) - O câmera Husam Hilal Sarsam, que trabalhava para a rede de televisão via satélite do Partido Democrático do Curdistão (PDC), foi assassinado por desconhecidos na manhã desta segunda-feira em Mossul (norte do Iraque), informaram fontes médicas.

Sarsam foi morto em um bairro do norte de Mossul, segundo o comandante de polícia Mohamad Fathi, responsável pela segurança do hospital da Cidade Médica.

A vítima, um cristão, havia sido seqüestrada há duas semanas, segundo informou à AFP um familiar que pediu anonimato.

Em fevereiro, uma repórter da rede de televisão pública Iraqia, Raeda Wazzan, foi seqüestrada por homens armados no centro de Mossul e posteriormente encontrada morta.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE