Os evangélicos da Ucrânia se tornam uma força poderosa na antiga Repú

| 21/02/2005 - 00:00


Os cristãos na Ucrânia avançam para uma transformação de sua nação na antiga República Soviética, que ficou sob o controle da máfia durante mais de uma década.

Em uníssono,os crentes recentemente apoiaram o candidato pró Ocidente Viktor Yushchenko e as liberdades que ele prometeu durante sua eleição presidencial vitoriosa sobre o candidato pró-Moscou Viktor Yanukovych. O que acontece agora é uma resposta a nossas orações, declarou à Revista Charisma o pastor Sunday Adelaja, de uma Igreja das Assembléias de Deus envolvendo cerca de 25 000 fiéis em Kiev. Ele disse mais: É incrível. Os Cristãos estão unidos. Os Batistas se unem lado a lado com os Ortodoxos - e isso é surpreendente porque os Ortodoxos antes nos detestavam.

Depois que o país ganhou sua independência da antiga União Soviética em 1991, a tensão religiosa se tornou importante na Ucrânia. Naquela época havia apenas 25 000 Cristãos Evangélicos no país dominado pelos Ortodoxos nominais. Hoje a Ucrânia conta com 3 milhões de cristãos evangélicos.

O teólogo pentecostal Gary Kellner afirma: Isto que Deus faz na Ucrânia não tem precedente. A vitória de Yushchenko mostra que as igrejas evangélicas se tornaram uma poderosa força na Ucrânia.

Henry Madava, pentecostal do Zimbabwe, e atualmente pastor da segunda maior congregação de Kiev disse ter visto a intervenção direta de Deus na eleição presidencial. Os cristãos aqui tinham o hábito de serem pacíficos e fáceis de serem intimidados. Mas, agora, todos os dirigentes cristãos foram para as ruas. Agora os cristãos sabem que têm autoridade


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE