Evangélicos tratam de medidas de segurança das igrejas

| 19/02/2005 - 00:00


Congregações evangélicas de Bogotá desenvolveram jornada no final de semana passado sobre Medidas de segurança e prudência. A atividade contou com o apoio do Centro Cristão para a Justiça, Paz e Ação (Justapaz), da Igreja Menonita da Colômbia, e da organização humanitária Visão Mundial.

Mais de 25 delegados da Comissão de Restauração Vida e Paz (CRVP) e do Conselho Evangélico da Colômbia (Cedecol), procedentes de várias partes do país, reuniram-se para elaborar estratégias e medidas de segurança nas igrejas cristãs, no intuito de melhor afrontar a violência que se abate sobre o país.

Na jornada foram tratados os principias elementos de uma política de segurança, como compromisso, responsabilidade, transversalidade, comunicação permanente das estratégias de segurança, formação e treinamento de pessoas envolvidas e confiança na equipe.

Os participantes da jornada viram que é importante gerar espaços de descanso, pois um impacto de violência e insegurança pode envelhecer uma pessoa rapidamente. Em seis meses envelhece-se três anos, concluíram.

No campo da fraternidade, enfatizaram que as pessoas devem se comunicar e construir uma relação com a igreja irmã, se essa requerer ajuda, e estabelecer alertas rápidos ou no momento em que acontece alguma coisa, mencionou o diretor da região centro da CRVP e funcionário da Visão Mundial, Oswaldo Ardila.

Prudência, como norma mínima de conduta, acerca do que se diz, como se diz, a quem, como e donde se diz - a recomendação foi dirigida principalmente aos pastores e líderes das igrejas, missões e ministérios de regiões de alto risco, explicou à ALC o presidente da CRVP e vice-presidente da Cedecol, Ricardo Esquivia.

Justapaz foi fundada em 1990. Trata-se de ministério da Igreja Cristã Menonita da Colômbia, que tem compromisso histórico com a não-violência, a transformação positiva de conflitos e a construção de paz.

Esse ministério desenvolve oficinas de capacitação, organização e ação para a transformação de conflitos e formação de estruturas e estilos de vida que conduzam à paz justa e sustentável, explicou a diretora Yenny Neme, da Justapaz, em entrevista à ALC.

Em coordenação com o Cedecol e com o apoio da Visão Mundial, Justapaz desenvolve o programa Igrejas santuários de paz. O programa visa o fortalecimento da capacidade de organização da igreja local, para que, através da sua mensagem, exemplo e ação, contribuar à paz e ao bem-estar da Colômbia, disse Neme.  


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE