Kuweitiano degola filha para que ela fosse direto ao Paraíso

| 31/01/2005 - 00:00


Um kuweitiano degolou sua filha de 13 anos e disse depois à polícia que fez isso porque assim ela iria direto ao Paraíso.

Segundo a imprensa kuwatiana, Adnan Ali al Maarouf, conhecido por sua intransigência, acabava de voltar da peregrinação a Meca quando cometeu o crime.

O homem amarrou as mãos de sua filha fazendo ela acreditar que era parte de um jogo. Depois, a fez recitar a Shahada (profissão de fé islâmica Não há mais Deus que Alá, e Maomé é seu Profeta), enquanto lhe repetia que ia direto ao Paraíso, segundo fontes policiais entrevistadas pela imprensa.

Leia mais no UOL


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE