Ameaças ao cristianismo hoje são as mesmas de anos atrás

| 20/11/2004 - 00:00


A primeira Conferência de Bispos Anglicanos da África aconteceu do dia 26 de outubro até 1º de novembro em Lagos, pelo Conselho da Províncias Anglicanas da África CPAA). No dia da abertura, o Reverendo Peter Akinola, também presidente da CPAA no país, apresentou o desafio que o islã representa para a igreja na África. Akinola disse aos bispos que os mesmos erros envolvendo polemicas religiosas feitas pelos próprios lideres da igreja há séculos estão ameaçando destruir a igreja africana novamente.

"O cristianismo não é algo novo no solo africano, levando em consideração que existia uma igreja emergente no norte da África pelo menos quatrocentos anos antes de chegar às ilha Britânicas", disse ele.

"Nós adoramos a Deus pelos patriarcas da igreja que formularam as doutrinas e crenças que foram necessitadas pelas controvérsias teológicas desses dias", observou Akinola. "Entretanto, eles passaram tal atenção desapropriada às controvérsias e definições da fé cristã que mal havia um tempo para missão e evangelismo. Entre os que fazem a tarefa do evangelismo, houve disputa, rancor, divisão e discórdia".

"Sendo assim, quando no século VII as forças agressivas e militantes islâmicas avançaram e atacaram, eles se depararam com pouca resistência de uma igreja que não estava preparada, fraca e adormecida em termos de missões. Conseqüentemente, a igreja foi exterminada de lá".

Akinola concluiu, "enquanto as circunstâncias diferem, nós de fato podemos encontrar respostas que são similares às questões que deparamos no presente".

A CPAA foi fundada em 1979 pelos Anglicanos que viram uma necessidade crítica de ter uma direção coordenativa para articular e levantar assuntos que os afetam no continente. Cerca de metade dos 76,5 milhões de anglicanos residem na África, e os 17,5 milhões deles na Nigéria tratam-se da maior congregação fora da Inglaterra, onde ela possui suas origens.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE