Padre católico detido em sob pretexto de estar colaborando com rebelde

| 12/11/2004 - 00:00


Um sacerdote católico foi detido em Uganda por uma suposta colaboração com os rebeldes do Exército de Resistência do Senhor (ERS), que há 17 anos sustenta uma sangrenta guerra contra o governo, informou a agência de notícias humanitárias da ONU, IRIN. A detenção de Pe. Matthew Ojara, vigário episcopal do distrito de Kitgum e capelão da igreja de Cristo Rei, ao norte de Uganda, se deu na noite de segunda-feira, segundo a agência, que cita fontes eclesiásticas.

Policiais ugandenses cercaram a casa paroquial e prenderam o sacerdote. Além disso, os agentes confiscaram o computador do sacerdote, diversos documentos e seu telefone celular, antes de trasladá-lo a Gulu, principal cidade do norte ugandense. O porta-voz militar, Shaban Bantariza, confirmou a detenção, mas não ofereceu mais detalhes do fato nem declarou o que seria feito com o sacerdote nos próximos dias.

Dirigido por Joseph Kony, antigo coroinha que se atribui poderes especiais, o Exército de Resistência do Senhor (ERS) é conhecido por seus ataques brutais e mutilações contra a população civil, e por aliciar adolescentes nas frentes de batalha e também meninas, como escravas sexuais de seus milicianos. O conflito mantém 1,6 milhão de deslocados internos, mais de dois terços da população do norte ugandense.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE