Fundamentalistas islâmicos assassinam médico convertido ao cristianism

| 01/10/2004 - 00:00


Militantes muçulmanos assassinaram barbaramente, no dia 18 de setembro passado, em Bangladesh, o médico Dr. Gani Mondol, convertido ao Cristianismo. Segundo a agência de notícias AsiaNews, o modo como o médico foi morto faz pensar que o crime tenha sido perpetrado por grupos islâmicos que defendem a chamada guerra santa. Há 15 anos, quando o Dr. Gani Mondol converteu-se ao Cristianismo, muçulmanos do lugar realizaram protestos contra ele.

Leia mais no pime


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE