Pastor da Igreja Universal é condenado por "queimar Bíblias"

| 26/09/2004 - 00:00


Um pastor da Igreja Universal do Reino de Deus e três fiéis foram condenados a seis meses de prisão em Madagascar sob a acusação de terem queimado Bíblias. O julgamento do pastor Walker, queniano cujo primeiro nome não foi divulgado, e dos outros três acusados, que são de Madagascar, foi realizado nesta sexta-feira. Eles estavam presos desde 17 de agosto. A Igreja Universal nega que tenha sido feita uma queima de Bíblias sob sua iniciativa. A Bíblia é a base da nossa fé, disse a secretária da entidade no país, Linda Teixeira.

Leia mais na BBC


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE