Cristãos aprendem a crescer no Evangelho de Cristo

| 14/09/2004 - 00:00


Durante muitos anos a Argélia foi cenário de violência e terrorismo. A luta pela independência da França em 1962 custou muitas vidas mas, depois disso, muitos argelinos morreram em vários conflitos brutais. O islamismo foi reconhecido como religião do Estado em 1976, causando dificuldades ao cristianismo neste país norte-africano.

A maior parte dos cristãos são kabyles. Eles não são árabes, mas um grupo do povo berbere e autóctone da Argélia. Os berberes são uma minoria e foram forçados a falar e a escrever em árabe. Só a partir de maio de 2003 é que a língua original dos berberes, o tamazight, foi reconhecido e incluído no sistema educacional.

Apesar dos cristãos serem vigiados de perto pelos serviços de segurança e, às vezes, checados pela polícia, não existe medo de fato da perseguição governamental. No entanto, várias comunidades receberam ameaças por parte de muçulmanos nos últimos anos. Muito do assédio que os cristãos enfrentam é uma intimidação de pessoa para pessoa ou violência doméstica, como quando uma esposa se torna cristã.

Talvez a igreja na Argélia tenha de ficar mais atenta a possíveis distrações pela herança islâmica. Verdade, medo e superstição são questões importantes e os convertidos (especialmente os novos) às vezes têm opiniões divergentes sobre isso.

Em julho, foram organizados acampamentos de verão com a ajuda de Portas Abertas. Eles foram realizados próximo ao mar Mediterrâneo e cerca de 150 pessoas estiveram presentes, particularmente novos convertidos. Um dos colaboradores de Portas Abertas, Paulo* e sua esposa lhes ensinaram vários tópicos. "Muitos convertidos são jovens e ansiosos em aprender da Bíblia e tudo o que podem". Um dos assuntos foi a verdade porque "A verdade no Alcorão difere da idéia de verdade na Bíblia", diz Paulo.

Outro tópico é o medo. É importante estar preparado para tomar decisões em momento de medo e dificuldades, e como evitar ser levado pelo medo na vida diária.

Além disso, um tópico essencial é como reconhecer e discernir o chamado de Deus. Desde que há mais pessoas viajando para a Argélia, doutrinas diferentes estão entrando no país. Nós tentamos advertir nossos irmãos e irmãs a respeito de teologias extremadas e abuso espiritual, para que eles possam seguir a voz do Senhor e não a de outras pessoas.

Além do acampamento de verão, Portas Abertas está ainda operando de várias outras formas para fortalecer a igreja e difundir o Evangelho.

A igreja ainda está crescendo na Argélia e o amor de Jesus está atraindo novos cristãos. Hoje, eles somam 7.500, e podemos relatar outras dezenas deles. Podemos ser gratos ao Senhor porque se observa este desenvolvimento neste país difícil. É importante continuar orando pelos cristãos e especialmente pelos convertidos na Argélia. Somos também gratos pelos nossos colaboradores que vão à Argélia. Ore para que os contatos sejam fortalecidos, porque a confiança neles é um importante alicerce a ser construído.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE