Cristãos iraquianos em fuga para a Jordânia

| 12/08/2004 - 00:00


Dezenas de famílias cristãs iraquianas deixaram o Iraque nos últimos dias, em direção à Jordânia, após os atentados contra igrejas em Bagdá e Mosul, no primeiro dia deste mês. Segundo o jornal jordaniano, Al Hayat, antes dos ataques, o número de famílias cristãs que atravessava a fronteira não superava doze por dia. Após os atentados esse número aumentou consideravelmente.

Os cristãos iraquianos começaram a marchar em direção à Jordânia no início deste ano. O diário jordaniano recorda que apenas 1,5 mil dos 400 mil cidadãos iraquianos residentes na Jordânia professam a fé cristã. No Iraque os cristãos constituem 3% da população estimada em 23 milhões de habitantes, em sua maioria adeptos da Igreja Católica Caldéia e da Igreja Assíria Ortodoxa.

O medo continua presente em meio à comunidade cristã no Iraque, mesmo uma semana após a série de atentados contra as igrejas. O ataque no dia primeiro de agosto matou 11 pessoas em cinco diferentes igrejas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE