Jihad Islâmica diz ter matado 15 israelenses em cinco meses

| 15/07/2004 - 00:00


O braço armado da Jihad Islâmica, os Batalhões de Saraya al-Quds, afirmou nesta quinta-feira ter matado quinze israelenses nos últimos cinco meses e realizado os mais duros ataques contra alvos de Israel. O porta-voz do grupo, Abu Islam, disse em comunicado enviado à imprensa que o exército israelense intensificou seus ataques contra dirigentes improtantes da Jihad Islâmica depois que seu braço armado lançou dolorosos golpes contra o inimigo sionista (Israel).

Leia mais no UOL


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE