Movimento acredita que Escolas Públicas são prejudiciais às crianças c

| 06/07/2004 - 00:00


Dois católicos romanos estão anunciando uma nova campanha para retirar crianças protestantes e evangélicas das escolas públicas.

O novo grupo(GetTheKidsOut.org) está sendo liderado pelo diretor interino Alan Schaeffer e por Marshall Fritz junto com a Aliança para a Separação da Escola e do Estado, sediada na Califórnia. Seu objetivo é fazer com que denominações evangélicas como a Assembléia de Deus e a Igreja do Nazareno, assim como as principais igrejas protestantes, aceitem a idéia de dar às crianças uma educação cristã.

Alan acredita que as escolas públicas são prejudiciais aos jovens. "Elas constroem uma barreira entre as crianças e suas famílias - e esta é uma ligação, um relacionamento tão sagrado que reflete a Trindade", ele diz. "E ter nossas crianças afastadas de nós por tanto tempo, dando lhes todas as razões para questionar nossa fé e nenhuma razão para reforçá-la é provavelmente o maior ponto de preocupação".

Marshall fala da necessidade de uma "crescente consciência" na comunidade cristã sobre o que ele chama de natureza sem Deus na educação pública. Ele declara que os crentes precisam entender que "as escolas são perigosas - moralmente e espiritualmente perigosas". Ele acrescenta que em alguns casos, as escolas são fisicamente e academicamente perigosas, "apesar dessa não ser nossa ênfase principal neste momento".

Os dois homens dizem que eles foram inspirados por uma recente proposta submetida à Convenção Batista do Sul. Esta resolução, que foi em seguida derrubada, impulsionou membros da denominação a providenciar para suas crianças uma "completa educação cristã".

Alan e Marshall estão procurando um cristão evangélico para liderar sua nova organização.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE