No Sudão, cristãos são atacados durante a noite

| 21/09/2015 - 00:00


21_Sudan_0380006170

Segundo notícias do New York Times, a vida tem sido difícil para os moradores da região dos Montes Nuba, no Sudão. O jornalista Nicholas Krystof, divulgou relatórios através de um vídeo, mostrando as cenas mais tristes já vistas nos últimos tempos.

O relatório da Anistia Internacional descreve como o governo tem lançado bombas sem segmentação precisa, e não distinguindo se os alvos são militares ou civis. O Sudão também tem sido acusado (por organizações como Nuba Reports) de implantação de mísseis de longo alcance, bombas incendiárias e bombas de fragmentação para queimar edifícios e plantações.

""Tudo indica que esses ataques foram dirigidos contra a população civil, mas se não foram, de qualquer forma levou muitos civis à morte. Se estas pessoas não participaram diretamente das hostilidades, isso é um crime de guerra"", diz o relatório da Anistia. Nas duas semanas anteriores à visita da Portas Abertas na região, bombardeios mataram 41 pessoas e muitas ficaram feridas. Um hospital foi destruído, bem como quatro igrejas e uma escola.

Antes desses ataques, oito igrejas haviam sido destruídas, mas não houve mortes, isso porque os cristãos já tinham abandonado o local e estavam se reunindo debaixo de árvores, devido aos bombardeios constantes. Um homem conhecido como Demas, disse à equipe da Portas Abertas: ""Na minha área, a situação é muito ruim, mal podemos dormir, porque eles estão atacando de noite também, então corremos para as cavernas"".


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE