Nenhum lugar é seguro para os cristãos

| 31/08/2016 - 00:00


31-libia-0050100952.jpg

Nas últimas semanas, as forças armadas líbias, apoiadas pela Organização das Nações Unidas (ONU) afirmaram ter conquistado novamente o controle da cidade costeira de Sirte, que havia sido dominada pelo Estado Islâmico. As tropas pró-governo também tiveram o apoio do poder aéreo americano, que realizaram ataques a pedido dos governantes da Líbia. A recente vitória militar poderá abrir caminho para estabilidade e a ordem no país.

No entanto, para os cristãos, a luta continua, já que não é apenas o movimento armado que representa a perseguição à igreja. Enquanto houver guerra civil, os cristãos não estarão seguros. A violência vem de todos os lados. Além do Estado Islâmico, há outros grupos militantes defensores do islã e que representam perigo aos seguidores do cristianismo. Há relatos de que esses rebeldes estão rastreando o país para colocar em prática seus planos de islamizar a nação, impondo sua religião e suas leis.

Apesar dos inúmeros desafios e dos perigos que os cristãos enfrentam no dia a dia, a igreja na Líbia permanece de pé, e os cristãos continuam evangelizando e realizando o propósito de Deus, que é resgatar o máximo de vidas possível através da Palavra. Muitos novos convertidos necessitam de líderes para auxiliá-los em sua nova caminhada, mas esse acompanhamento deve ser feito individualmente, já que encontros e reuniões podem levantar suspeitas por parte do governo. O monitoramento é cada vez mais rígido. Ore pelos cristãos líbios perseguidos.

Leia também
Sal da terra e luz do mundo
Líbios estão recebendo as boas novas


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE