Natal na prisão

“No Natal, eu sempre celebrava o fato de Jesus ter nascido no meu coração”, diz um cristão perseguido do Irã

| 19/12/2017 - 00:00


mojtaba-cristao-perseguido-iraniano-sorrindo

Mojtaba cresceu em um lar com muita violência devido ao fato de um de seus irmãos ser viciado em drogas. Mas um dia esse irmão se converteu e tudo mudou. Através dele, Mojtaba também se converteu. “Jesus veio à nossa casa escura e a transformou em um lugar de paz. Não somente minha casa, mas ele também encheu meu coração de paz. Jesus nasceu em meu coração – meu Natal pessoal”, testemunha o irmão.

Ele começou a frequentar uma igreja doméstica, mas o Natal era sempre uma celebração interior, enchendo os corações de alegria e adoração. “É claro que no Natal sempre procurávamos fazer algo especial. Decorávamos a casa com bandeirinhas e compartilhávamos uma ceia. Mas a decoração não podia ter tema natalino, pois no caso de uma batida policial (o que sempre acontece nessa época do ano), poderíamos dizer que estávamos comemorando um aniversário”, relembra Mojtaba.

Conforme a igreja cresceu, ele assumiu uma posição de liderança. Até que certo dia, a polícia fez uma revista na igreja doméstica e os líderes foram presos. Mojtaba ficou três anos na prisão, foram três natais em que celebrou apenas interiormente. Ele diz: “O Natal sempre foi uma celebração interior para mim, então na prisão foi o mesmo. Eu sentia a alegria da libertação no meu coração”.

Era um grande contraste com o que estava do lado de fora, pois ele estava preso com homens que haviam cometido crimes. Havia também os interrogatórios e a incerteza do que aconteceria com ele. Do lado de fora tudo era triste. “Especialmente na prisão, eu descobri que esse contraste faz parte da nossa fé. A perseguição nos leva mais perto de Jesus, que nasceu na terra e em nosso coração”, afirma o cristão.

Ore pela Igreja Perseguida do Irã, onde há muitos cristãos presos por causa da fé. Clame para que sejam fortalecidos por Deus e que a alegria do verdadeiro Natal encha seus corações. O Irã ocupa a 8a posição na Lista Mundial da Perseguição 2017, o que mostra que os cristãos são muito oprimidos e injustiçados. Que eles sejam lembrados por nós, que desfrutamos de liberdade para adorar Jesus.

Leia também
Duas iranianas lançam livro sobre tempo na prisão
Cristão terá que cumprir pena de dez anos
Mais dois cristãos presos no Irã


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE