Líderes da igreja no Sudão encaram disputa de propriedade

Grupo rival conta com apoio do governo e liderança agora responde por acusações judiciais

| 23/07/2018 - 00:00

Peça a Deus em favor da igreja SCOC no Sudão e por toda a liderança. (Foto representativa)

Peça a Deus em favor da igreja SCOC no Sudão e por toda a liderança. (Foto representativa)


Os líderes da Igreja de Cristo no Sudão (SCOC, sigla em inglês) tiveram que voltar ao tribunal já que estão envolvidos em disputa de propriedade desde 2016. Um grupo rival está tentando assumir o controle da liderança e propriedade da igreja com o apoio do Ministério de Assuntos Religiosos do país.

Em agosto do ano passado, o presidente da SCOC, Ayoub Telian, Ali Abdelrahaman, Kuwa Shamal e Elder Abdelbagi foram presos e soltos. Cerca de um mês depois, foram convocados novamente quando foi solicitada a transferência da administração da igreja para um comitê recém-nomeado. Quando a proposta foi recusada, a polícia informou que eles sofreriam acusações. No mesmo mês, autoridades levaram o ancião da SCOC, Mahjoub Abotrin, de sua casa em Omdurman, perto da capital Cartum, por ter se recusado a passar a liderança da igreja para a equipe apoiada pelo governo. Ele foi interrogado e solto.

Em outubro, a polícia deteve quatro membros da liderança da igreja (o presidente Ayouba, o pastor Ali, Mabortor Hamad, Haibil Abraham e o ancião Abdo) fazendo os mesmos pedidos. Então, no final do mês foram acusados de causar poluição sonora e tiveram que comparecer diversas vezes ao tribunal. Na semana passada, eles compareceram novamente ao tribunal e pediram para os apresentarmos em oração.

Pedidos de oração

  • Ore para a paz reinar no coração deles. Peça a Deus por coragem e paciência para que suportem essas frustações prolongadas.
  • Agradeça ao Senhor pela atenção internacional quanto a perseguição religiosa no Sudão.
  • Peça para que haja clareza e que interferências como essa não sejam ignoradas.
  • A SCOC tem sido corajosa em se manifestar contra a perseguição. Ore para que eles possam ver os frutos do trabalho realizado.

Leia também
Liberdade religiosa é ‘meta essencial’ para o Sudão
Governo faz campanha para tomar liderança de igrejas cristãs
Crianças são forçadas a fazer orações muçulmanas por comida


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE