Laos aprova educação sobre liberdade religiosa

Essa é uma boa notícia para os cristãos perseguidos do país, onde 6 líderes cristãos foram presos em dezembro

| 27/03/2018 - 00:00

Louve as Deus por essa vitória no Laos

Louve as Deus por essa vitória no Laos


O governo do Laos concordou em patrocinar educação sobre liberdade de religião no país. O Institute for Global Engagement (IGE), organização com base nos Estados Unidos que defende a liberdade de crenças lançará uma série de seminários que focam em “liberdade religiosa como um direito humano, políticas do governo sobre atividade religiosa e incentivo ao diálogo entre líderes religiosos e governamentais em províncias remotas”. Alguns seminários já aconteceram no país e agora o programa será expandido.

Uma fonte local disse a Portas Abertas que esse tipo de educação é extremamente necessário porque “tanto líderes religiosos como oficiais do governo não são entendem muito das leis e dos direitos das minorias religiosas”. Seis líderes de igrejas foram presos em dezembro por mostrar o filme Jesus como parte de um programa evangelístico. O evento era realizado por uma igreja evangélica na província de Savannakhet, no oeste do país. A igreja é membro da Igreja Evangélica do Laos (associação de igrejas evangélicas do país – LEC, da sigla em inglês). Mas como os organizadores não mostraram um documento da LEC que lhes dava permissão para realizar o evento, eles foram presos. Os líderes cristãos foram soltos em fevereiro.

Em janeiro, um cristão de Luang Prabang, que é um destino turístico famoso, foi forçado a se mudar para outra parte da cidade e foi multado no equivalente a cerca de 1.300 reais. Segundo o que pudemos apurar, essa família estava sem o “livro de família”, que é uma forma de identidade que garante a liberdade de, entre outras coisas, se movimentar livremente no país. De acordo com fontes locais, o documento da família agora está com o líder local e deve ser transferido para o líder da região onde a família mora agora. Eles não podem voltar para a antiga casa, pois correm o risco de receber multa de quase 4 mil reais. Esse é o valor da multa para qualquer um que decida se tornar cristão nessa parte da cidade.

O Laos ocupa a 20ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2018. O cristianismo é visto como uma ideologia ocidental nessa nação de maioria budista, e aqueles que aderem ao cristianismo são vistos como agentes estrangeiros e inimigos. Por isso, nossos irmãos precisam de nossas orações para continuar firmes. Ore para que essa abertura do governo seja aplicada de fato, e consiga levar o país a um nível maior de tolerância religiosa.

Leia também
lideres-cristaos-presos-por-evangelizar
Conheça a história de Beun, um evangelista do Laos


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE