Jovens decidem evangelizar a tribo Hmong

| 06/12/2016 - 00:00


06-laos-bandeiras-comunistas

Atualmente, em Laos, muitos casos de perseguição não são denunciados e muito menos divulgados pela mídia local. Nem mesmo a mídia internacional tem comentado sobre a violência contra os cristãos no país. Muitos incidentes são causados por aldeões e autoridades que continuam a considerar os seguidores de Cristo como espiões vindos de países estrangeiros. A igreja pede orações para que essa percepção negativa seja mudada.

A juventude laosiana, porém, decidiu se unir para evangelizar a tribo Hmong, um grupo étnico das regiões montanhosas do sul da China. Esses jovens foram preparados para a evangelização com base em histórias bíblicas. Eles são inspirados na sucessão da liderança de Moisés a Josué. E também se baseiam na vida de Jesus e seus discípulos.

Dessa forma, os trabalhos evangelísticos seguem em frente em Laos, fortalecendo cada vez mais a igreja no país. Laos é o 29º na Classificação da Perseguição Religiosa, com um regime comunista totalmente fechado e oposto a qualquer influência considerada estrangeira ou ocidental, onde não há liberdade de opinião e muito menos de religião. Interceda por essa nação.

Leia também
Colaboradores da Portas Abertas são presos em Laos target=_blank>Colaboradores da Portas Abertas são presos em Laos
Cristãos são vistos como inimigos e traidores target=_blank>Cristãos são vistos como inimigos e traidores


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE