Jogo de poder entre jihadistas afeta cristãos

| 05/02/2016 - 00:00


5-africa-0380101461

De acordo com notícias da BBC News, 30 pessoas foram mortas depois que militantes islâmicos atacaram um hotel de Ouagadougou, a capital e maior cidade do Burkina Faso, que fica na África Ocidental, próximo do Mali, que é um dos países que compõem a Classificação da Perseguição Religiosa 2016, ocupando o 44º lugar. O hotel é muito conhecido por hospedar estrangeiros. O ataque foi reivindicado pelo Al-Qaeda do Magrebe Islâmico (AQIM – sigla em inglês), que fica a noroeste da África.

Entre os mortos estavam sete missionários cristãos. ""Quatro deles eram canadenses da mesma família e estavam na África desde o Natal, realizando um trabalho de ajuda às escolas e orfanatos. Ao que tudo indica, o ataque foi realizado para reforçar que o domínio do grupo jihadista na região e também para fazer uma demonstração da sua violenta campanha nas novas fronteiras"", comenta um dos analistas de perseguição.

""O fato do Al-Qaeda querer notoriedade sobre o ataque demonstra que o grupo quer chamar a atenção do Estado Islâmico, já que há uma competição estratégica entre eles. Porém, eles não se atacam entre si, mas matam estrangeiros e cristãos para chamar a atenção um do outro, fazendo com que a violência aumente ainda mais onde há igrejas e minorias religiosas, que são como vitrines para os componentes do movimento jihadista"", explica o analista. Apesar de Burkina Faso não fazer parte da lista de países perseguidores de cristãos, está bem perto da Nigéria, que está na posição 12.

A Portas Abertas tem parceria com a igreja nigeriana, dando suporte, equipando e ajudando através de vários tipos de assistência, entre elas a distribuição de Bíblias, capacitação da liderança e apoio emergencial em situações de crise. Faça parte também desse trabalho, orando pelos cristãos perseguidos.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE