Igreja cresce sem chamar a atenção das autoridades

| 07/12/2016 - 00:00


07-maldivas-dia-a-dia

Centenas de cidadãos maldívios decidiram se juntar ao Estado Islâmico, recentemente, fazendo do país o maior colaborador estrangeiro de combatentes extremistas. Especialistas em terrorismo dizem que a situação é preocupante, já que a população é relativamente pequena. Eles alertam que o perigo pode começar quando esses soldados decidirem voltar para casa.

Mais de 100 hotéis ou resorts de luxo já são considerados como “alvos” de futuros ataques. A população conta com ações do governo para proteger o país. Enquanto isso, a igreja luta para manter os discipulados e treinamentos de forma secreta, o que tem feito a igreja crescer sem chamar a atenção.

Não é fácil manter a igreja em crescimento e ainda secretamente, mas os cristãos maldívios perseveram. Por mais perigoso que seja, eles aceitaram o desafio de servir a Cristo, mesmo sabendo que essa decisão é uma questão de vida ou morte. Em suas orações, interceda por eles.

Leia também
Cristãos podem ser ainda mais pressionados target=_blank>Cristãos podem ser ainda mais pressionados
Cristãos maldívios enfrentam sérias dificuldades target=_blank>Cristãos maldívios enfrentam sérias dificuldades


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE